As polêmicas curvas da miss Canadá


Neste último domingo a lindíssima miss Canadá foi questionada sobre seu corpo e meio que surpresa com tais comentários, resolveu dividir seu pensamento com seus seguidores.
Um jornalista perguntou como ela se sentia sendo tão mais “gordinha” que suas concorrentes. “Fiquei quase sem palavras. Eu pensei: “Como eu me sinto por ser eu mesma?” Como eu me sinto por ser confiante comigo mesma? Como me sinto em realizar meu sonho de representar o Canadá no palco do Miss Universo? Como me sinto sendo um exemplo para tantas jovens mulheres que têm dificuldades de encontrar alguém para admirar? Como me sinto redefinindo a beleza? Minha resposta: Eu me sinto ótima!”
Tal situação nos faz pensar sobre a ditadura da beleza e a real beleza, pois vivemos num tempo no qual a diversidade, em todos os sentidos, não deixa espaço para pensamentos tão mesquinhos em relação aos outros.
Como bem disse Siera Bearchell, hoje buscamos modelos reais, com vidas reais, corpos e gostos reais. Nada contra as magras silhuetas das blogueiras e modelos, e atrizes, magras também são bem vindas no mundo real, mas não mais só elas!

You Might Also Like

0 comentários

#prontofalei